Skip to content

#1 Diário Oficial FdE – Nov/2010 – 4) BANCO FDE PRESTA CONTAS DO FUNDO FORA DO EIXO

19/12/2010

4. BANCO FDE PRESTA CONTAS DO FUNDO FORA DO EIXO

O Fundo Fora do Eixo é o núcleo financeiro rede, dando suporte às frentes, ações e coletivos do Circuito Fora do Eixo.

O núcleo desenvolve o Relatório mensal e anual da movimentação e planejamento financeiro a partir do Compacto.TEC do Fundo.

O Orçamento participativo financeiro é a principal estratégia do núcleo para a difusão e distribuição do fluxo movimentado pela rede.

4.1 BALANÇO ECONÔMICO CFE:

:: Compacto.TEC Fundo FDE 2010/2011

#1 Diário Oficial FdE – Nov/2010 – 3) BANCO FDE ANUNCIA COMPACTO.TECS INSTITUCIONAIS DA REDE

19/12/2010

O Compacto.TEC é a principal ferramenta de sistematização das ações desenvolvidas pelo Circuito Fora do Eixo.

Através dos Compacto.TECs das frentes institucionais da rede, cada coordenador declara o trabalho prestado mensalmente ao Conselho gestor do Banco e à comunidade Fora do Eixo.

Os Compacto.TECs dão o demonstrativo de execução orçamentária (R$ e FdE$) e planejamento das frentes gestoras (condutoras) do Circuito Fora do Eixo.

3.1 COMPACTO.TECs DAS FRENTES TEMÁTICAS:

:: Compacto.tec Música FDE 2010/2011

:: Compacto.tec Palco FDE 2010/2011

:: Compacto.Tec Clube de Cine FDE 2010/2011

:: Compacto.tec Tecnologias livres 2010/2011

 

3.2 COMPACTO.TECs FRENTES MEDIADORAS

:: Compacto.tec PCult 2010/2011

:: Compacto.tec Banco FDE 2010/2011

:: Compacto.tec Centro Multimídia FDE 2010/2011

#1 Diário Oficial FdE – Nov/2010 – 2) BANCO FDE ANUNCIA INDICADORES DO TNB

19/12/2010

2. BANCO FDE ANUNCIA INDICADORES DO TNB

O TNB (Toque no Brasil) é a principal plataforma online da Música Fora do Eixo, agregando os serviços de agenciamento, curadoria, shows, bandas e demais atividades da cadeia produtiva da música.

Com menos de um mês no ar, o TNB aponta ótimos resultados a partir dos indicadores referente a ocupação das bandas e produtores pela plataforma para inscrição de bandas e Festivais, acesso e usuários com abragência internacional.

2.1 RELATÓRIO RESUMIDO TNB

O TNB está há um mês no ar e já soma 2071 inscrições para 36 vagas disponibilizadas por dez festivais. Temos 906 artistas e 92 produtores. Além disso, o site contou com 10123 visitas, com uma média de páginas vista por visita de 5,6%, diariamente tem média de 40 % de novos usuários, e já recebeu visitas de 33 países, mas os brasileiros ainda são a grande maioria e as entradas no site se dão de maneira direta, seguidas por cliques em links disponíveis via twitter, procura no Google, Facebook e Orkut.
Abaixo, a decupagem das inscrições:

Festival Calango
vagas 4;
339 inscritos
Festival Goiaba Rock
4 vagas
265 inscritos
Festival Manada
5 vagas
184 inscritos
Festival Goiânia Noise
2 vagas
295 inscritos
Brasil Central Music
5 vagas
230 inscritos
Usina
6 vagas
155 inscritos
Festival Varadouro
6 vagas
251 inscritos
Festival Marreco
3 vagas
224 inscritos
Noite Fora do Eixo + Construtora
1 vaga
104 inscritos
Festival 284
4 vagas
26 inscritos
La Onda Festival
11 vagas
207 inscritos
Festival Tomarrock
12 vagas
162 inscritos
IX Festival de Rock Feminino
2 vagas
55 inscritos
X Festival BNB do Rock-Cordel
20 vagas
198 inscritos
Fogo no Cerrado
18 vagas
212 inscritos
O Encontro de Novas Tendências
2 vagas
175 inscritos
#Vai Sul de Minas
4 vagas
166 inscritos
Noite Fora do Eixo SP – Dezembro
1 vagas
98 inscritos

Totalizando 3345 inscrições para 110 vagas em 18 diferentes oportunidades.

Temos 1453 artistas e 151 produtores inscritos.

Do ponto de vista operacional, tivemos:

  1. 23440 visitas, onde a media de paginas vista por visita é de 5,1
  2. Média de novos usarios é de 45% por dia
  3. usuarios de 40 paises ja entraram no TNB, mas brasil é 95%
  4. As entradas vem principalmente diretas (digitar toquenobrasil.com.br no browser), depois twitter, google search, facebook e orkut

#1 Diário Oficial FdE – Nov/2010 – 1) BANCO FDE FAZ BALANÇO DO CONGRESSO FORA DO EIXO 2010

19/12/2010

1. BANCO FDE FAZ BALANÇO DO CONGRESSO FORA DO EIXO 2010

Em 2009, o II Congresso Fora do Eixo reuniu 80 pessoas, no Acre, para fazer o planejamento do ano seguinte. Com a metodologia adotada, nasceram ali a Carta de Princípios e Regimento Interno do Circuito Fora do Eixo, que  nos guiaram e ajudaram na estruturação dos coletivos que surgiram no ano de 2010.

Em 2010, com sede em Uberlândia, o III Congresso reuniu mais que o triplo de participantes comparado com o ano anterior e recebeu muitos pedidos de adesão, saindo de 45 para 61 coletivos na rede.

Durante uma semana, sustentabilidade, comunicação, cultura, política, estratégias, modos de organização e o funcionamento da rede foram debatidos e trabalhados em pequenos grupos, nesse que é o grande momento off line do CFE.

Em 2010, foi feito um trabalho de mapeamento e sistematização de dados antes do Congresso, o que permitiu que o Fora do Eixo Card pudesse identificar as maiores dúvidas e mostrar o crescimento de um ano a outro.

Ali também provocaram-se encontros de pessoas de diferentes estados que não se conheciam, estreitaram-se laços, tiraram-se dúvidas e preparou-se o ano seguinte, agora, com a perspectiva de articulação com outras pessoas e redes.

1.1 CONFIRA ABAIXO ALGUNS INDICATIVOS OBTIDOS NO III CONGRESSO FORA DO EIXO:

a) Número de convidados para as mesas: 11 convidados

b) Número de coletivos presentes: 62 coletivos, dos quais 35 pontos Fora do Eixo, 21 pontos candidatos e 12 pontos parceiros

c) Número de pessoas presentes: 239 ao total, sendo 10 observadores, 37 candidatos a ponto, 29 pertencentes a ponto parceiro e 141 de Pontos FdE.

d) Número de empreendimentos solidários presentes na feira: 7 empreendimentos: AMAI, Feira Arte, Tecendo Saberes, Trocando Saberes, Oficina de brinquedo, Flor de Chita e Grupos Indigenas.

e) Número de coletivos aderidos: 36 coletivos, dos quais 18 são Pontos Fora do Eixo, 6 são pontos de linguagem e 12 são pontos parceiros. Confira aqui a lista atualizada de todos os Pontos Fora do Eixo.

f) Número de coletivos aderidos por região:

Regional/Ponto Ponto Fora do Eixo Ponto de Linguagem Ponto Parceiro
Centro-Oeste (3) Guaicuru Cellula
Noma
Minas/Espírito Santo (9) 77
Colcheia
Multi
Sem Paredes
Arrastão A Margem
Corrente Cultural
Matula Sonora
Pé de Cabra
Norte (3) C.A.O.S. Casarão Mambembe
Nordeste (5) Associação do Rock do Sertão da Paraiba
Cumbuca
Feira Cultural
Tintin Associação Artística Dona Zefinha
Sul (4) Buenos Aires Experimental
Satolep
Sintomática
Tomada
São Paulo/Rio (12) Ajuntaê
CECAC
Edith Cultura
Fuligem
Maiêutica
Rasgada
Cidadela
Guerrilha Gig
Auê
Espaço SOMOS
Hack Lab
MCI

Confira a RELAÇÃO OFICIAL DE PONTOS FORA DO EIXO E PARCEIROS 2010

g) Número de bancadas formadas: 19 bancadas

h) Número de pessoas por bancada:

  • Música: 49
  • Comunicação: 26
  • Audiovisual: 24
  • PCult: 21
  • Sustentabilidade: 21
  • Economia solidária: 19
  • Artes visuais: 15
  • Ambiental: 14
  • Descriminalização da maconha: 14
  • Educação: 13
  • Palco: 13
  • Estética: 9
  • Literatura: 8
  • Holística: 7
  • Esporte: 6
  • Artes integradas: 6
  • Software livre: 5
  • Internacionalização: 4
  • Distro: 4
  • Dilma: todos os presentes no anfiteatro
  • Outros: 22

i) Número de reuniões realizadas – GD’s paralelos (quantos presentes e coletivos em cada)

  • Sócio ambiental: 5 reuniões, cerca de 11 pessoas, 9 coletivos
  • Palco Fora do Eixo: 4 reuniões, 10 pessoas, 6 coletivos
  • FEL – Fora do Eixo Literatura: 1 reunião, 25 pessoas, 15 coletivos
  • Tecnoarte: 3 reuniões, cerca de 7 pessoas, 5 coletivos
  • Sustentabilidade: 4 reuniões, várias consultorias individuais, 40 coletivos atendidos
  • Atendimento Kuru: 1 atendimento pessoa a pessoa
  • Rádio: 2 reuniões, 12 pessoas, 7 coletivos
  • Distro: 1 reunião, cerca de 35 pessoas, cerca de 30 coletivos
  • Design: 4 reuniões, 9 pessoas, 7 coletivos
  • Música: 6 reuniões, cerca de 50 pessoas, cerca de 35 coletivos
  • Clube de Cinema: 3 reuniões, 20 pessoas, 10 coletivos
  • Comunicação – redação: 9 reuniões, cerca de 30 pessoas, cerca de 9 coletivos
  • Reunião da Abrafin –

j) Cobertura Colaborativa
30 colaboradores, produzindo fotos, textos, vídeos, transmissão de TV

k) Número de computadores migrados: 8 computadores Windows instalaram o Linux Ubuntu

l) Moedas encaminhadas:
3 moedas

m) Moedas circulando no COFE:
6 moedas – Cubo Card, Goma Card, Marciano, Lumoeda e Palafita Card (CFE) + Sampaios (Banco União Sampaio – SP)

n) Temas mais discutidos por eixo:

  • SUSTENTABILIDADE: dedicação exclusiva, caixa coletivo, núcleo durável, captação de recursos, acompanhamento de cada coletivo, agentes na sustentabilidade (1 por coletivo), sistematização de investimentos, educação ambiental, CNPJ (formalização), união e levantamento de dados, Fundo Fora do Eixo, impacto ambiental, segundo setor, leis de incentivo – fontes de recurso, formação – de quadro e profissionalização dos agentes
  • PALCO FDE: estratégia de organização, planejamento, artes integradas, mapeamento, artista=pedreiro, sevirologia, políticas públicas, formação de público, transformação social, captação de recursos públicos, ampliação, fortalecimento local, integração, festivais, circulação, produtos
  • MÚSICA: festivais, parcerias, circuitos regionais, ABRAFIN, distribuição, gestão
  • CLUBE DE CINEMA: organograma, cobertura colaborativa, cineclubismo, mapeamento, CNC, Compacto.TEC, sustentabilidade, transmissão ao vivo, webtv, distribuição, DF5
  • TECNOARTE suporte técnico, blog, captação de recursos, turnê, software livre, mapeamento, projetos, formação
  • FEL: publicações, eventos, produtos, integração, sistematização, mapeamento, curadoria, banco, captação de recursos, coletâneas, biblioteca, grife, sarau
  • COMUNICAÇÃO: grande mídia, pensamento livre, politica horizontal, rede social, tecnologia, pluralidade, comunicação pública, Centro Multimídia FDE, cidadão multimídia, Revista FDE, Noosfero
  • MESAS E PLENÁRIA GERAL: Sustentabilidade; Economia Solidária, Movimento de EcoSol;Cultura Digital; Produção cultural; Dedicação exclusiva; Trabalho em rede; Decisão profissional; Parcerias; Comunicação; Grande mídia; Pensamento livre; Modelo político horizontal; Politização da cultura; Empoderamento da sociedade civil; Expansão do CFE; PCult; Movimentos sociais; Adesão de pontos; Ponto de articulação nacional; Carta de princípios; Grito Rock; Regimento interno; Planejamento 2011; Bancadas; Descentralização; Capilariazação; Gestão; Captação de recursos;

1.2 RESUMO DA CONTRIBUIÇÃO DOS CONVIDADOS DO III COFE

  • DANIEL TYGEL

Participou do primeiro debate realizado no III Congresso Fora do Eixo, compondo a mesa sobre sustentabilidade, que abordou as intersecções entre as práticas do Circuito Fora do Eixo e os conceitos da Economia Solidária.

Durante essa mesa, Tygel abordou o conceito de Economia Solidária, destacando suas diferentes dimensões: economica, ambiental, cultural e polítca. Abordou também o movimento de Economia Solidária, estimulando uma aproximação do Circuito Fora do Eixo junto a ele.

  • CLÁUDIO PRADO

Esteve presente durante o III Congresso Fora do Eixo, tendo participado da mesa sobre sustentabilidade, que abordou as intersecções entre as práticas do Circuito Fora do Eixo e os conceitos da Economia Solidária.

Nesse momento, Prado pontou a decadência do modelo econômico atual e, ainda, sua deslegitimação social como modelo explicativo. Dentro dessa perspectiva, destacou o papel revolucionário da cultura digital, como um novo campo de possibilidades de desenvolvimento.

  • RÔMULO AVELAR

Foi um dos três debatedores da segunda mesa realizada no III Congresso Fora do Eixo, abordando as temáticas da circulção e distribuição culturais.

Em sua fala, Avelar tratou da descentralização e capilarização da produção cultural no Brasil hoje, bem como falou sobre gestão cultural, pontuando a especialização no ramo, a captação e gestão de recursos e a criação de redes de trabalho.

  • LUCIANA SALLES

Foi também uma dos debatedores da mesa sobre circulação e distribuição culturais.

Salles falou sobre sua trajetria profissional, incluindo o processo de criação do Conexão Vivo e o atual momento do projeto. Pontuou também a atenção que se deve ser dada a resposta do público durante um evento, na perspectiva dessa resposta ser um guia para a revisão dos processos produtivos culturais.

  • KURU LIMA

Também participou do III Congresso Fora do Eixo como debatedor na mesa sobre circulação e distribuição culturais.

Nessa mesa, Lima destacou a importância do agente cultural optar conscientemente por fazer da produção cultural sua profissão. Pontuou também o momento favorável para a produção colaborativa no setor da cultura e a importância da articulação entre agentes culturais. A respeito da sustentabilidade do setor, Lima apontou a desvinculação da mesma ao acúmulo de recursos financeiros, dadas as possibilidades de parcerias entre agentes culturais.

Alem disso, Kuru Lima esteve presente em outros dias do evento, auxiliando no processo de consultoria aos coletivos do Circuito Fora do Eixo.

  • ISRAEL DO VALE

Esteve presente no III Congresso Fora do Eixo como debatedor da terceira mesa realizada, que tratou da temática da comunicação.

Do Vale abordou formas de potencializar a comunicação do Circuito Fora do Eixo, de maneira a expor e esclarecer a transformação provocada pelo movimento, principalmente no contexto eleitoral atual. Do Vale tratou também da mídia como formadora de opinião, ressaltando a necessidade do acúmulo de informações de variadas fontes como estratégia de combate à hegemonia da grande mídia.

  • RODRIGO SAVAZONI

Foi um dos debatedores da mesa sobre comunicação.

Savazoni pontuou a atmosfera de mudança na cultura trazida pelo Circuito Fora do Eixo e, inclusive, endossada pelo governo. Savazoni destacou também o pensamento livre e colaboratividade. Savazoni apontou ainda a passagem para um modelo politico horizontal, baseado nas redes e no entendimento da cultura como centro do debate, bem como a questão da politização da cultura.

  • ALEX ANTUNES

Na mesa sobre politização da cultura, na qual foi debatedor, Alex Antunes pontuou a construção simbólica da cultura no campo político através de iniciativas como o Partido da Cultura – PCult. Alex destacou também o papel da sociedade civil em tomar a frente na solução de problemas que o Estado não intervém. Alex ressaltou também a atuação do PCult no estado do Rio de Janeiro.

  • EDSON NATALE

Participou do III Congresso Fora do Eixo como debatedor na mesa sobre politização da cultura.

Nesse momento, Natale falou sobre a capacidade de expansão do Circuito Fora do Eixo, assim como seu papel nesse coletivo. Apontou também a necessidade de maior articulação entre o Partido da Cultura – PCult e movimentos sociais, especialmente em São Paulo. Natale destacou a velocidade da comunicação e das transformações geradas pelo Ciruito Fora do Eixo.

  • IOSHIAQUI SHIMBO

Esteve presente no III Congresso Fora do Eixo, participando como mediador da mesa sobre sustentabilidade, que abordou as intersecções entre as práticas do Circuito Fora do Eixo e os conceitos da Economia Solidária.

A participação de Shimbo também se seu nos outros dias de evento, através das consultorias junto à equipe de produção e a todos os coletivos presentes.

  • MARA PORTO

Compôs a última mesa do III Congresso Fora do Eixo, sobre a politização da cultura.

Mara relatou o processo político vivido pelo setor cultural em Patos de Minas/MG, até que ela assumisse o cargo de Diretora de Cultura na cidade.

1.3 CONFIRA AS PLANILHAS DE SISTEMATIZAÇÃO E RELATORIA DO III COFE:

a) Registro e Relatoria – III Congresso Fora do Eixo – Clube de Cinema

b) Registro e Relatoria – III Congresso Fora do Eixo – Comunicação

c) Registro e Relatoria – III Congresso Fora do Eixo – FEL

d) Registro e Relatoria – III Congresso Fora do Eixo – Música

e) Registro e Relatoria – III Congresso Fora do Eixo – Palco Fora do Eixo

f) Registro e Relatoria – III Congresso Fora do Eixo – PCult FDECARD

g) Registro e Relatoria – III Congresso Fora do Eixo – Sustentabilidade

h) Registro e Relatoria – III Congresso Fora do Eixo – Tecnoarte

j) Compacto.TEC III Congresso Fora do Eixo